sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Um novo ano

Publicado por 
Parece que fui eu a ficar com o post de abertura deste ano de 2010. E até é apropriado que assim o seja, como prenda pelo facto de ter feito anos esta mesma semana. :)

Para variar um bocadinho, vou manter a conversa mais curta. Eu já falei aqui, várias vezes, da questão da pura relação e dos problemas que podem estar associados - da potencial fragilidade destas relações, em que desaparece a obrigatoriedade social ou institucional de que a relação tenha de continuar para além do que seria expectável.

De certa forma, é um pouco - quando acontece - como as passagens de ano. O ano passa, e nós entregamo-nos a esses rituais de passagem, não para lamentar o que ficou para trás, mas para trabalhar para o que fica adiante.

Quando uma relação termina é, da mesma forma, importante olhar para o passado não com pesar, mas com o espírito crítico necessário para entendermos o que aconteceu. Para sabermos como podemos ser melhores pessoas a partir dali, aprendendo a identificar situações e contextos em que poderíamos ter feito as coisas de forma diferente. E, quando esse trabalho (infinito) está (mais ou menos) feito, há que seguir em frente. O próximo ano, ou a próxima relação, esperam-nos. E os lamentos apenas nos impedem de seguir em frente, apenas nos impedem de crescer.

A todxs, um bom ano.

2 comentários:

R&C disse...

Concordo plenamente, as relações, assim como tudo devem ser expontaneas e naturais.
Gostei do texto, Gostei tambem do BloG, estou satisfeito por o ter encontrado.

PS: Eu fiz anos dia 31, eu que devia ter escrito os votos (smiles&kisses) LOL
deiem-me os parabens ahah
Ruben Rodrigues

Anónimo disse...

Desde já e para não dar muita porrada,desejo-lhe uns muitos parabens e um otimo ano novo.

Aqui posso dizer que concordo contigo

E aqui está um post construtivo.
DR