quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Kimchi Cuddles em Português: #6 - Confiança Agressiva

Publicado por 


Descrição da Imagem: O comic é composto por quatro quadros. Kimchi tem cabelo curto loiro e está vestida com uma camisola de gola alta azul acinzentado. Vajra tem cabelo curto preto, barba na zona do queixo e veste uma camisola azul.

1º quadro: Kimchi e Vajra estão a conversar. Kimchi tem uma expressão triste e está de braços cruzados. Vajra tem um ar otimista.

Vajra: - Sei que estás triste por termos acabado com o Baxter e a Soliloquy, mas isso também trouxe algumas grandes mudanças...

2º quadro: Kimchi e Vajra continuam a conversar.

Vajra: - Tens feito muito mais exercício - estás com uma ar tão saudável, mais enérgica!

3º quadro: Kimchi parece estar a aperceber-se de algo.

Vajra: - E tens andado a meditar muito mais - pareces tão em paz quando não te estás a focar em…

4º quadro: Kimchi está a sorrir, com uma expressão confiante, enquanto aponta para si. Vajra leva a mão ao rosto com um ar exasperado.

Kimchi: - Sim! Eles vão mesmo arrepender-se de terem perdido ISTO TUDO!

sábado, 27 de Setembro de 2014

Kimchi Cuddles em Português: #5 - Visitas Inconvenientes

Publicado por 


Descrição da Imagem: O comic é composto por quatro quadros, o cenário de todos é a entrada de uma casa. Kimchi tem cabelo curto loiro e está vestida com um robe cor de laranja, amarrado com uma fita cor de rosa e pantufas da mesma cor. A Pessoa Religiosa tem cabelo curto castanho, com uma laço cor de rosa claro no cimo da cabeça, veste um vestido até aos pés de mangas compridas da mesma cor que o laço e traz nas mãos um livro preto com uma cruz amarela na capa, presumivelmente uma bíblia. Soliloquy tem cabelo comprido roxo e veste calças azul acinzentado e uma camisola azul claro.

1º quadro: Pessoa Religiosa está muito sorridente. Kimchi, com cara de sono, segura uma caneca com uma bebida quente, presumivelmente chá ou café.

Pessoa Religiosa: - Bom dia! Já ouviu a BOA NOVA?

2º quadro: Kimchi, já sem a caneca na mão, coloca uma das mãos na cintura e leva a outra ao rosto, a fazer uma expressão de interesse e a piscar um olho. Pessoa Religiosa agarra-se à bíblia, parece estar a dar um passo para trás e tem uma expressão clara de desconforto.

Kimchi: - Olá! Você até que é gira. Mulheres sexualmente reprimidas são o meu fetiche secreto…

Pessoa Religiosa: - Er… Hum… Tenho de ir…

3º quadro: Vê-se a Pessoa Religiosa a sair apressadamente. Kimchi está com uma expressão de satisfação e com os braços cruzados. Soliloquy aparece em cena com um ar de descontentamento.

Soliloquy: - Por que é que tens sempre de te meter com estas pessoas?

4º quadro: Kimchi, que aparenta estar chateada, e Soliloquy, que ainda aparenta estar descontente, estão a conversar.

Kimchi: - Hey! Eu gosto de gajos judeus místicos tanto como qualquer outra rapariga… Mas quando estas pessoas me tentam enfiar o Deus delas pela garganta abaixo mal me conhecem, sinto-me ofendida. Quer dizer, pelo menos paguem-me um copo antes!

quarta-feira, 24 de Setembro de 2014

Kimchi Cuddles em Português: #4 - Rapazes a curtirem é excitante

Publicado por 

Descrição da Imagem: O comic é composto por quatro quadros. Sherman tem cabelo curto loiro, usa óculos e está vestido com uma camisola de gola alta azul acinzentada. Baxter tem cabelo curto ruivo, usa óculos e está vestido com uma t-shirt verde e um gravata de laço vermelha. Kimchi tem cabelo curto loiro e está vestida com uma camisola de gola alta azul clara.
1º quadro: Sherman e Baxter estão a conversar.
Sherman: - Não tinha noção que tínhamos tanta coisa em comum. Quer dizer, para além de andarmos com a Kimchi.
2º quadro: Kimchi aparece sorrateiramente.
Baxter: - Sim! Estou mesmo a adorar passar tempo contigo.
3º quadro: Sherman e Baxter parecem surpresos com o que Kimchi está a dizer.
Kimchi: - Mas vocês estão à espera de quê para se começarem a comer?
4º quadro: Sherman e Baxter estão com um ar zangado e de braços cruzados. Kimchi esboça um sorriso sem graça.
Kimchi: - Por favor?

sábado, 20 de Setembro de 2014

Kimchi Cuddles em Português: #3 - Namorada Lapa

Publicado por 

Descrição da Imagem: O comic é composto por dois quadros, ambos com duas pessoas que aparentam ser do género feminino. Pessoa A tem cabelo preto e liso, está vestida com uma camisola bordeaux e calças pretas. Pessoa B tem cabelo curto e loiro, está vestida com um vestido verde de mangas três quartos e leggings com riscas horizontais amarelas e pretas.

1º quadro: Pessoa B está no colo da Pessoa A e tem os braços em volta do seu pescoço.
Pessoa A: - Olha, uhm… posso ter só um bocadinho de espaço?
Pessoa B: Porquê?

2º quadro: Pessoa A está a gesticular e Pessoa B está a chorar.
Pessoa A: - A sério, só assim uns centímetros?
Pessoa B: - AAHH, REJEIÇÃO!!!!!

quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Kimchi Cuddles em Português: #2 - Encontros Poly

Publicado por 

Descrição da Imagem: O comic é composto por quatro quadros, todos retratam um ambiente de socialização que aparenta ser um bar.

1º quadro: Pessoa A, que aparenta ser do género feminino, tem cabelo curto loiro e está vestida com um vestido verde de mangas três quartos e leggings com riscas horizontais amarelas e cor de rosa. Pessoa B, que aparenta ser do género masculino, tem cabelo curto preto e espetado, barbicha e está vestida com calças acinzentadas e t-shirt vermelha. Pessoa B toma uma bebida enquanto se aproxima da Pessoa A, que tem os braços no ar.

Pessoa A: - Estes encontros poly estão cheio de swingers.

2º quadro: Pessoa B esboça um sorriso e já não tem o copo na mão.
Pessoa A: - Onde posso encontrar pessoas poly interessadas em ligações emocionais profundas?

3º quadro:
Pessoa B: - EU estou interessado em ter uma ligação profunda contigo.
Pessoa A: - A sério?

4º quadro: Pessoa B tem os braços cruzados e um sorriso maroto. Pessoa A tem uma das mãos na cintura e outra na testa, tem uma expressão de irritação.
Pessoa B: - Claro que sim, linda! Na tua casa ou na minha?

sábado, 13 de Setembro de 2014

Kimchi Cuddles em Português: #1 - Problemas Poliamorosos

Publicado por 

Descrição da imagem: O comic tem quatro quadros. Duas pessoas, que aparentam ser do género feminino, estão sentadas em uma mesa redonda castanha a beber alguma bebida quente (café ou chá, presumivelmente) de canecas. Uma das pessoas tem cabelo curto cor de rosa e veste uma t-shirt da mesma cor (abaixo chamada de Pessoa A). A outra pessoa tem cabelo castanho avermelhado, preso em dois totós, um de cada lado, e veste um top cor de laranja (abaixo chamada de Pessoa B).

1º quadro
Pessoa A: - As pessoas acham que o que é difícil no poliamor são os CIÚMES…

2º quadro
Pessoa A: - Mas na verdade é o facto de nunca ter tempo para estar SOZINHX…

3º quadro
Pessoa A: - E o planeamento infinito, e andar sempre…

4º quadro
Pessoa A: - (...) a PROCESSAR TUDO
Pessoa B: - É de loucos, pá. Quer dizer, para mim até uma relação com UMA só pessoa já é uma loucura.

quinta-feira, 11 de Setembro de 2014

Espaços públicos e normatividade afectiva

Publicado por 
Ainda no rescaldo (lento) da reportagem que saiu na SIC Notícias sobre poliamor, e no rescaldo das reacções tidas a essa mesma reportagem, sinto que devo assinalar uma crítica feita repetidamente - tanto por pessoas bem-intencionadas como por mal-intencionadas - à reportagem ou, mais precisamente, ao que foi feito na reportagem.

Ao que parece, uma das cenas mais absolutamente horríveis a passar na reportagem foi o facto de eu ter dado um beijo na boca (à "passarinho", como se costuma dizer, lábios nos lábios, curto e rápido) a uma das minhas companheiras e, no momento seguinte, ter feito o mesmo a outra das minhas companheiras.

Deixem isto assentar: numa reportagem sobre poliamor, foi perturbante para muita gente ver um gesto discreto e pacífico de amor.

Isto na mesma sociedade onde ver televisão - seja a que hora for - é quase certamente ver beijos de casais hetero-mono. Isto na mesma sociedade onde sair à rua é ver, quase certamente, expressões de afecto de casais hetero-mono. Isto na mesma sociedade que tem como líderes de audiência reality shows.

Mais, esta crítica vem não apenas da já gasta ala conservadora direitista, mas também (e mais preocupantemente) da ala progressista, de luta dos direitos humanos, de luta por igualdade.

Que igualdade é esta? Que igualdade é esta em que a ocupação do espaço público é particionada de acordo com a orientação sexual e com a orientação relacional? Que igualdade é esta em que um gesto considerado perfeitamente natural numa família monogâmica leva como epítetos "exibicionismo" e "taradice", numa família poliamorosa?

Exibicionismo - exibição - armário. A legitimidade das práticas existe, na cabeça de muita gente, desde que seja dentro do armário. Desde que não se façam cócegas à sensibilidade hetero-mono-normativa vigente. Quando isso sucede, torna-se então válido atacar as pessoas que pretendem mostrar práticas interpessoais diferentes. A moral vigente retorna, mais alargada (vai na volta até se tolera isto nas pessoas não-hetero, desde que com cuidado) mas não menos moralista, não menos policiadora.

Achar que uma demonstração de afecto tão simples quanto um beijo nos lábios entre três pessoas é ofensivo ou desrespeitador para quem está a ver é contribuir activamente para a discriminação contra sexualidades e afectos alternativos, dos vários tipos.

Não, não são as pessoas poliamorosas que são exibicionistas ou taradas. Não existe sexualidade mais exibicionista, sexualidade mais 'perversa', do que a sexualidade hetero-mono-normativa, que se infunde - ou procura infundir-se - em tudo.

[Um agradecimento ao Paulo Jorge Vieira por, há uns tempos, me ter ajudado a pensar estas questões.]